10 de jan de 2012

UM CABO-VERDE MAIS JUSTO






Alteração da Constituição de Cabo Verde para 2012 para poder atender o seguinte, que é da mais elementar justiça:
1. O Deputado será pago apenas durante o seu mandato e não terá reforma proveniente exclusivamente do seu mandato.
2. O Deputado vai contribuir para a Previdência Social de maneira igual aos restantes cidadãos. Todos os deputados (Passado, Presente e Futuro) passarão para o actual sistema de Previdência Social imediatamente. O Deputado irá participar nos benefícios do regime da Previdência Social exactamente como todos os outros cidadãos. Não haverá privilégios exclusivos.
3. O Deputado deve descontar para a sua reforma, como todos os cabo-verdianos e da mesma maneira.
4. O Deputado deixará de votar o seu próprio aumento salarial.
5. O Deputado vai participar no mesmo sistema de assistência na saúde, no país, como todos os outros cidadãos cabo-verdianos.
6. O Deputado também deve estar sujeito às mesmas leis que o resto dos cabo-verdianos.
7. Servir no Parlamento cabo-verdiano é uma honra e não uma carreira. Os Deputados devem cumprir os seus mandatos (não mais de 2 mandatos), e então irem para casa e procurar outro emprego.
8. O Deputado não deve ser eleito apenas para usufruir mordomias enquanto tal.



9. Os mandatos são para representar e defender os interesses dos eleitores e não apenas, para garantir um tacho e uma boa reforma.O tempo para esta alteração à Constituição é AGORA. Forcemos os nossos políticos a fazerem uma revisão constitucional.Assim é como se pode CORRIGIR ESTE ABUSO INSUPORTÁVEL DA ASSEMBLEIA NACIONAL.



Nenhum comentário: