12 de jan de 2012

ESTA POESIA INQUIETANTE

Esta poesia inquietante,
Seu sangue nas vias correndo
Cada aurora que grita
Rio vazio
Sonoro timbre
Martelo na bigorna
Da alma malhando
Carnívoros extasiados
Humanidade dilacerada
Ergo a cabeça, vejo
O lado belo do Mundo,
Confio na poesia,
Acredito na poesia!!!!!!!!!

Nenhum comentário: