11 de nov de 2011

Beleza amar-te

Beleza amar-te!... Existência?... Destino? … Que interessa o verbo?... Há um infinito no efémero, e somos eternos no momento!

Nenhum comentário: