31 de out de 2011

ROSA DE LUZ TOMBA EM TEUS SEIOS

Luz de cavaquinhos, timbram na ribeira… transbordando em sorriso, as pérolas brilham, formosa princesa, tua saia azul, de anilo das ilhas, seus triângulos brancos… Teu perfeito corpo, teu harmonioso rosto da Etiópia, belo é a noite, noite azeviche… riscam-se estrelas no firmamento, bebemos vinho, elixir do fogo, relevos risonhos, terreiro mágico, suor e amor, sémen da vida…
Cantam as cigarras…
Gira em espiral, teu lenço branco de clara lua, teu perfume de goiaba, teus lábios castanhos…
Levanto os braços, danço contigo, a noite é longa, o amor eterno…
Do firmamento, rosa de luz, tomba em teus seios, bebo o orvalho que nela prende.

Nenhum comentário: