16 de jan de 2011

NEM DEUS NEM MESTRE


É com compaixão que limpo todos os dias, comentários anónimos de várias pessoas que escrevem ordinarices, na secção de comentários no meu blogue Arco da Velha, que obviamente, não publico.

Analisando com serenidade estes actos de pobreza intelectual, chego a esta conclusão: Todo aquele que assume ser Ateu, ou desobediente a qualquer tipo de poder, “é condenado a fogueira” (menos mal que não estamos na idade média… mas existem todavia, outros tipos de fogueiras)

A religião e a política, que dês de sempre, andam de mãos dadas, foram e são, a causa de muita maldade e destruição neste mundo. Cristãos matam muçulmanos, muçulmanos matam cristãos, políticos são vendedores ambulantes de liberdade, os países fortes lixam os fracos, vendem armas que é um grande lucro, dão golpes de estado com o seu poder bélico e suas organizações criminosas, que apoderam e dominam riquezas e… Estes políticos fantoches de pequenos países, que obedecem ou são comprados…
A soberania em pequenos países existe? Ahahaahaahhaaha!!!…

Não posso deixar de mencionar neste post, um anónimo, pobre de espírito, que há dias, escreveu esta burrice: Você não gosta de obedecer! É por isso que a sua pintura não é conhecida... você pinta aquelas coisas que ninguém gosta!...

Creio, que vou ter de converter-me a uma religião qualquer, gostar da política, ser obediente para ser famoso, e as pessoas assim, começarem a gostar daquilo que pinto e escrevo…

Que dizer?... Ateu, e o não a obediência politica, é o meu “credo!”
Aos intolerantes e inquisidores a esta minha forma de ser, e de estar nesta vida, desejo-lhes toda a felicidade com o tal de deus, também com a sua doentia idiolatria, aos seus politicos, vendedores ambulantes da liberdade. Ámen!!!!!!!

Nenhum comentário: