29 de ago de 2010

COAXAR E FANFARRAS


Dou-te a lua!… diz o macaco disfarçado de tribuno,
É Carnaval!... (Todos os dias)
Macaco mor, seu pelotão de tubarões,
Dentes aguçados, prontos para matar…
Esqualos com permissão, agentes 007 do mono campeão,
Fizeram juramento, na pele de um cão

Com pátrias e estandartes, seus carros
Com potentes altifalantes…
Salvadores da mediocridade
Cantam hinos a salvação

Batráquios repletos de vento,
Coaxando na parada,
Recebem esmolas do seu macaco mor
Sapos lambendo fel, nas urnas de votação
Macaco rei feito gavião, vaidoso ao poleiro voou.

Nenhum comentário: