31 de jan de 2012

POEMA AGNETYKON

Cabeças de tubarão
andam pelas ruas
dando esmolas
politicas
cabeça de pau
oferecendo
dinheiro
as putas
adolescentes
na praça
uma menina
tem uma lanterna
no sexo
um delinquente
juvenil
mata e corre
com sapatilhas Nike
a falaciosa
politica
nas ilhas
faz-se em
carros com
altifalantes ríspidos
anunciando festejos
as pessoas na lixeira
provavelmente tem
dignidade
mas vivem
na
miséria …
protegemos as
tartarugas
mas existem
crianças arrebentando
com lombrigas
vendem-se armas
no mercado negro
roubadas no paiol
do nosso exercito
fantasma
para aniquilar
pessoas

os peixes furtados
no nosso mar
vão para banquetes
na Europa
as terças e sextas
os Boeing
voam para o Norte
aqui em baixo
sonhamos abandonar o barco…

não tem visto senhora????
não tem visto senhor?????
temos que controlar
o Mundo da droga
se não é qualificado
não pode emigrar
a vossa fome
não nos interessa!!!!!...

passam por estas ilhas
caças e
bombardeiros
vão para as guerras
que interessam aos
grandes países
“civilizados”



Recolho-me
aqui
no meu atelier
pintando gritos
e miséria
outros vão
a igreja
pedir a um Deus
invisível
cego
surdo
mudo
coisa melhor
para esse mundo
fantasma e,
há um cartaz secular
na porta do Mundo
dizendo:
Paraíso : FECHADO PARA FÉRIAS!!!!!



Nenhum comentário: