18 de out de 2011

DESENTERRAR OS OSSOS DE VAN GHOGH



De repente, aparecem historiadores, afirmando, que Vicent Van Gohgh, não se suicidou, foi assassinado, por dois rapazes.
Caramba! …Como gostam as pessoas, de desenterrar ossos nos cemitérios.
Estes tais historiadores, querem o que? Os três minutos de fama, que Andy Warol profetizou?
Se Vincent Van Gogh, morreu, assim, ou assado, que raios importa? A morte é o que é… Estes dois pesquisadores, na minha análise, são meros, caçadores, de efemérides! …

Van Gohgh, em quanto, a memória dos homens, existir: É, e será, o grande pintor, igual a muitos outros, vivos e mortos, muito deles, esquecidos nas brumas do tempo, verdadeiras lufadas de oxigénio, pura poesia neste planeta onde a Arte hoje em dia, no grande circo das elites e muito dinheiro, é mais uma coisa, nas bolsas de especulação financeira.
Termino com esta frase, do alemão Gothe:
“A Arte é eterna, mas a vida é curta”!
A pintura de Vicente Van Gogh está viva, é eterna.
..


Nenhum comentário: