1 de ago de 2011

NO MURO DO BAR HOLANDA

No muro do
bar Holanda
na rua
dois rapazes
nuns sacos
parecem soldados
mortos
numa guerra

no botequim
choram
os violões
estendidos na artéria
estes soldados
da miséria
escutam copos
tilintando
cheiro a manjares
que nunca
comem
fico olhando
fico olhando
as pessoas passam
estão
nas tintas

passam carros
com potentes
faróis
mulheres e homens
um autentico
safari
sexta feira
magica
buscamos a
felicidade




lá fora
2 soldados
metidos em sacos
estão vivos na
sua miséria
mortos
na sua esperança
Holanda, Holanda
terra prometida
Cabo-verdianos
povo
de emigrantes
miro os catraios
em sacos
deitados
por alguns segundos
fico mirando
entro no bar
a noite é longa
durante horas
bebo
cerveja
bêbado
e triste
sei que o
paraíso
nunca existiu
mas o inferno
sim

o inferno é
aqui ao lado
no muro
atrás do bar
Holanda







Nenhum comentário: