24 de fev de 2011

DO MEU LIVRO: O AZUL E A LUZ


Irei pela ruas do Mundo delirando

Com o cheiro (a)mar das ilhas

Farei que os meus cabelos de mil pássaros

Voando, sejam a anunciação da contiguidade


Sorridente ternura de gazela

Mansos olhos na floresta

Nuvens de beijos relâmpago

Chovendo em quartos de relva


Árvore raiz, lua de marés

Lábios de água no zénite

Saciando amantes da luz

Nenhum comentário: