30 de set de 2010

Poesia para ler...


Poesia para ler: De baixo para cima e vice-versa

Formosas colunas lua de Outubro,
Pedra de sândalo cheira a mulher
Baixa o teu pássaro, avental de luz
Ausente de palavras, a poesia …

Peito rasgado, relâmpago correndo
Fogueira ancestral, bela estrela
Braços estendidos, mãos de orvalho
Pirilampos de brasa, teu jardim de musica …

Momento eterno…
Tudo é eterno neste momento
Caio do céu num barco de nuvens
Incontáveis os astros neste universo
Também os beijos da tua boca

Nenhum comentário: