28 de abr de 2010

EXISTENCIALISMO


Perguntou:

Quem és tu?...
- Venho de um lugar mais velho do que a palavra… de um tempo mais profundo do que o mar profundo como o labirinto que perpétuamente movimenta na eternidade das estrelas que nascem e morrem a cada instante… Solidão de hora única que dissolve num cheiro a éter e flores murchando no olvido de um efémero baile de verbos: Nascer, Amor, Vida, Saber, Inteligência, Ignorância, Morte!!!!
Nado nestas águas! … Oh demanda infrutífera!... Sem deuses nem infernos o relógio para na porta do peito e as quatros estações desabam no abismo das trevas eternas…

Nenhum comentário: