23 de mar de 2009

Dicas do Arco da Velha


Sándor Márai é um escritor Húngaro que descobri nos anos noventa na Suíça, que felizmente a editora Dom Quixote em Portugal publicou recentemente alguns dos seus romances. Para os caros leitores do Arco da Velha eis três títulos de romances deste fabuloso autor Magiar que recomendo: As velas ardem até ao fim - A Herança de eszter – A mulher certa –

Deixo aqui no Blogue, um perfume do romance A mulher certa: O amor é um egoísmo desenfreado. Não sei se haverá muitos que suportam a terrível tirania do amor sem sofrer danos irreparáveis. Olha a tua volta, observa das janelas, olha as pessoas nos olhos, ouve as suas queixas e encontrarás em todo o lado a mesma desesperada tensão. Não conseguem suportar a exigência de amor que respiram no ar. Por um tempo, toleram-na, mercademjam-na, e cansam-se. Segue-se a acidez no estômago. A úlcera gástrica. A diabetes. Perturbações cardíacas. A morte… Boa Leitura!


3 comentários:

Fonseca Soares disse...

Quem me dera ter conseguido encontrar a tal 'Mulher certa'... se é que ela existe! E Márai com certeza que escreve sobre essa procura incessante... com o cansaço, a acidez de estomago, a úlcera, as diabetes... antes que a morte descubra e... tome conta! (hahaha) Desejo ler o teu exemplar de 'A mulher certa'... o que não se faz por coisas que se gosta? Abração Tchalê.

Anônimo disse...

pois é Tchá.

Obrigado pela visita e bemvindo ao clube

Tchale

Anônimo disse...

Oi Tchale
Bem vindo à Blogosfera. Quanto ao Marai, de "As velas ardem até ao fim", e de "A Herança de Eszter", li os dois ("A mulher certa" ainda não), recomendo ambos. O primeiro é uma pérola. Obrigatório ler. De início parece um livro chato. Depois, desejamos que aquele longo 'monólogo' nunca mais acabe.
Desejo-te boas postagens!
1ab
ZCunha