9 de ago de 2010

ESTAMOS VIVOS???????


“Quiçá não gostes daquilo que irás contemplar e escutar”…Disseste!...

Silencioso, contemplando pensava: A utopia pode ser um sorvete de baunilha derretendo nos meus vistos, navalha rasgando carótidas. Pássaro solitário, melancolia que não é tristeza, a ponderação sobre a existência, paixão e amor…

Ter elegância e sabedoria, cantar palavras que fluem no mar oceânico do peito… acostar no caule frágil de uma papoila cor dos lábios de um cometa…

Ósculo a beira-mar, ondas do instante sem poesia; tremendo silêncio no universo, nave atravessando o vazio…

Esturricaram-se pássaros e libélulas no círculo da lâmpada…
Cronometro no córtex computado, leis inúteis, cobiçando a salvação da
Humanidade …

Sem poesia, sem Arte, sem arte de amar …

Estamos vivos?...

Todos nascemos, mas poucos são, os que estão vivos, nesta vida! …

Nenhum comentário: